Só a violência ajuda onde a violência Reina

«Nós queremos as vossas casas, queremos as vossas vidas, queremos as coisas que vocês não nos consentem». Num tom pouco comum no universo da pop, sobretudo se atendermos à menorização intelectual e política que se costuma fazer da chamada cultura comercial, a letra da canção Mis-Shapes afirma abertamente a luta de classes. Em vez de uma identidade de classe centrada na figura do operário industrial, com os seus códigos de conduta e masculinidade, aqui o sujeito colectivo parece ser uma multidão de suburbanos inadaptados («coming out of the sidelines»), que não se encaixa nas sociabilidades elegantes das classes médias, nem se esgota nas reivindicações sectoriais do mundo laboral. A vingança será tão doce quanto implacável.

Advertisements
Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s