George Michael

 

 Para alguns George Michael podia ter morrido uns dias mais tarde, inaugurando os mortos de 2017 e deixando 2016 para as lendas. Mas de certa forma George Michael é mais interessante que Cohen, Prince e Bowie. Era um cantor de massas, não prezado pelo cânone culto, fazia um pop demasiado leve – apesar da boa leveza de “Wake me up before you go go”, ainda nos Wham – com baladas delicodoces (até sobre o Natal, um tema ao qual é difícil sobreviver incólume) e uma imagem algo plástica e foleiramente bonita. O seu público era o mesmo de bandas que fizeram milhões, mas que passaram à história num segundo. Na carreira a solo, tentou fugir dessa imagem, mas ele e as suas editoras sabiam que as vendas dependiam de um modelo pré-definido. Neste aspecto, talvez se aproximasse um pouco de Prince. Mas George Michael, menos talentoso do que os outros, tinha menos espaço para fugir do sistema de produção que o criou. Isso fez as suas lutas políticas mais duras e mais interessantes. Com o conhecido “Outside” George Michael não apenas deu a conhecer as suas preferências sexuais mas fê-lo ao ataque, reclamando a conquista do espaço público, contra quem as tolerava apenas no mundo privado. E se hoje é recordado como um ídolo de uma comunidade LGBT socialmente alargada, ele foi dos poucos artistas que atacou a intervenção do governo de Tony Blair no Iraque, gravando Shoot the Dog. Além da fúria dos tablóides, mesmo entre o universo mais politizado à esquerda, este seu esforço foi menosprezado, provavelmente porque pensaram que ele não fora criado para isto, que não era um intelectual, um transgressor ou um poeta, mas apenas um boneco para adolescentes.

 

Advertisements
Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s