martelinhos distópicos

Não fica bem tecer elogios, mas o facebook tem ferramentas sensacionais. É especialmente interessante a possibilidade de se dizer interessado num evento, receber as suas notificações, e depois ir apenas em termos imaginários. A acção da imaginação sempre foi bastante depreciada, por se entender que ela é falsa ou distorce a realidade, mas o facebook ressuscitou-a para o uso comum. Porém, ainda prevalece na rede social um princípio empobrecedor da realidade, designadamente quando lança o repto bacoco: ’diz aos teus amigos se vais’. É claro que logo não vou ao concerto de Actress, o sumo-sacerdote dos martelinhos distópicos, mas gostava de ir, caso os promotores de espectáculos soubessem programar os concertos para horas decentes, compatíveis com o regular exercício das responsabilidades parentais, e salas adequadas. Se em Londres viram-no no Barbican, porque é que eu não o posso ver em São Carlos?

Advertisements
Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s